Aeroporto de Natal registra recorde histórico de passageiros em janeiro

10 de fevereiro de 2015

Em comparação com janeiro do ano passado, crescimento foi de 20,7%. No segundo semestre, o aeroporto já havia registrado 12,5% de alta no movimento, em relação ao primeiro semestre.

O Consórcio Inframérica, operador do Aeroporto de Natal, registrou o movimento de 306.898 passageiros no Aeroporto de Natal neste mês de janeiro, entre voos nacionais e internacionais. O volume é recorde em números absolutos e supera os dois anos anteriores: 2013, com 270.654 pessoas e 2014, com 254.278 passageiros. O número é cerca de 20,7% maior do que o mesmo período do ano passado. Na tabela abaixo, estão os números estatísticos dos últimos 10 anos referentes ao mês de janeiro de cada ano. Em relação ao número de voos, a Inframérica registrou 44,8% de aumento em janeiro de 2015 (2823 voos), na comparação com 2014 (1950 voos).

 

 

2005

2006

2007

2008

2009

2010

2011

2012

2013

2014

2015

Passageiros

148.248

165.989

164.858

185.845

203.517

257.812

303.471

274.492

270.654

254.278

306.898

 

 

Para o presidente do Consórcio, Alysson Paolinelli, a estatística reflete os esforços para transformar Natal em hub para voos domésticos e internacionais do país. 'Embora o aeroporto ainda não tenha nem completado um ano de operação, já estamos certamente conseguindo ver resultados do nosso esforço para atrair novos voos para o Estado. O Rio Grande do Norte tem um potencial muito grande de crescimento e os dados são animadores', comemora Alysson Paolinelli, presidente da Inframérica.

A Inframérica iniciou a operação do o novo Aeroporto de Natal no dia 31 de maio de 2014. Nestes 7 meses de operação, o aeroporto registrou 2.483.704 passageiros e 22.512 voos, contra 2.408.206 passageiros e 25.020 voos durante todo o ano de 2013.

'Estamos também otimistas em relação à possibilidade de o governo do Estado conceder incentivo tributário para o combustível de aviação, o que irá não apenas trazer mais voos para o Estado, mas também desenvolver turismo, atrair novos investimentos, enfim, trazer mais desenvolvimento para o Estado como um todo, não apenas para o Aeroporto. Em Brasília, por exemplo, só nós três primeiros meses de incentivo fiscal na redução da alíquota do ICMS do querosene de aviação (QAV), houve registro de 56 voos a mais. Um ano depois, o número chegou a 206 novos voos, com duas novas empresas aéreas internacionais em operação e mais 36 frequências para o exterior a partir de Brasília. E, mesmo com a redução, no final das contas, o governo arrecadou comparativamente mais porque houve desenvolvimento da malha', explica o executivo.  

 

CONSÓRCIO INFRAMÉRICA

É composto pelas empresas Infravix, controlada pelo Grupo Engevix, e Corporación América, empresa com grande experiência internacional em concessões aeroportuárias. Cada empresa detém participação de 50% no consórcio.

 

 

Informações para a imprensa:

Consórcio Inframérica

Camila Holgado / Selma Bellini

(11) 3169-9322 / (11) 3169-9310
camila.holgado@mslgroup.com
selma.bellini@mslgroup.com

x