Aeroporto de Natal recebeu 2,6 milhões de passageiros no seu primeiro ano de operação

31 de maio de 2015

O Aeroporto registrou mais de 24 mil voos nos 12 primeiros meses no novo Terminal. Nesse período foram incluídos cinco voos nacionais, dois internacionais e ainda há expectativa para se tornar o novo HUB da TAM.

A Inframerica, administradora do Aeroporto de Natal, recebeu mais de 2,6 milhões de passageiros no seu primeiro ano de operação.O crescimento nesse período foi de 9%, quando comparado com o antigo Terminal. Foram mais de 24 mil movimentações aéreas, entre pousos e decolagens (domésticos e internacionais). O Terminal de Cargas processou nesse período aproximadamente 10 mil toneladas entre importações e exportações.

Mesmo antes de completar um ano o Aeroporto registrou recorde histórico de passageiros. Em janeiro deste ano, 306.898 pessoas utilizaram o Terminal. O volume registrado supera os dois anos anteriores: 2013, com 270.654 pessoas e 2014, com 254.278 passageiros. Em relação ao número de voos, a Inframerica registrou 44,8% de aumento no primeiro mês de 2015, com 2.823 pousos e decolagens, na comparação com 2014.

Para o presidente da Inframerica, o engenheiro José Luis Menghini, o resultado é positivo. 'No primeiro ano, tivemos uma boa movimentação, conquistamos uma nova rota internacional e estamos trabalhando por novos voos. Vale lembrar que este aeroporto foi entregue com sete meses de antecedência. A transferência da operação entre os aeroportos foi feita sem interromper a rotina operacional. Estamos firmes em nossa meta de transformar Natal em um dos principais aeroportos Sul-Americanos e o hub do nordeste brasileiro', destaca.

O acesso ao Aeroporto está intrinsicamente ligado ao potencial de crescimento do Terminal e o Governo está comprometido a executar as obras. 'Todos estão trabalhando para dar ao Aeroporto um novo status', comenta o presidente.

Durante este primeiro ano, a recepção de passageiros durante a Copa do Mundo foi realizada com êxito. O Aeroporto também recebeu avaliações positivas nas pesquisas de Satisfação do Passageiro, realizadas pela Secretaria de Aviação Civil (SAC). No último resultado, o aeroporto foi o primeiro colocado no ranking geral de aeroporto mais limpo do país, além disso, ganhou destaque em outras nove categorias. Na classificação de aeroporto com até 5 milhões de passageiros por ano, o Aeroporto Internacional Aluísio Alves ficou em primeiro lugar.

Desde que a Inframerica assumiu a administração do Aeroporto de Natal, novas rotas e frequências entraram para o portfolio de voos do Terminal. A companhia aérea Gol, adicionou cinco novos voos nacionais que estão em operação desde o dia 1 de novembro de 2014. A Azul e a TAM também estão com novos voos partindo da capital potiguar. A área internacional também está crescendo. O Aeroporto começará a operar no início do segundo semestre voo direto para Buenos Aires, na Argentina e para Milão, na Itália.

Outra razão para a melhora efetiva do aeroporto foi o anúncio do Governo do Estado na redução da alíquota do Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o combustível para abastecer aviões.

A Inframerica já investiu mais de R$ 500 milhões no aeroporto. A expectativa para 2016 é de crescimento, tanto com voos regulares, quanto para voos extras. Para Menghini, esta é uma das iniciativas que reforça o propósito da empresa em não medir esforços para transformar Natal no melhor hub para voos domésticos e internacionais do país.

 

Terminal de Cargas

O Terminal de Cargas do novo aeroporto já movimentou aproximadamente dez mil toneladas entre exportação e remessas nacionais, média de 600 toneladas por mês. 'Estamos numa curva crescente de crescimento de exportações em Natal e o terminal está se adaptando constantemente, para não só absorver o crescimento, como também fomentar novos negócios', explica Menghini.

Entre as cargas exportadas para Europa 60% são frutas frescas in natura (mamão, manga, abacaxi), para os Estados Unidos, 35% são peixes frescos (Atum e Meca) e os outros 5% são diversos, como tecidos e carga geral. Já as importações em sua maioria, são peças e máquinas para os parques eólicos, equipamentos para estudo (universidades), peças e máquinas para o polo industrial em Goiana/PE.

Neste primeiro ano, o Terminal de Cargas recebeu a primeira remessa da maior exportação de gado já realizada pelo Rio Grande do Norte. Foram enviados para a cidade de Dakar, no Senegal, 140 animais (machos reprodutores e fêmeas da raça Guzerá). No total, 500 cabeças de gado serão embarcadas para a África pelo Terminal de Cargas da Inframerica ao longo do ano.

Ao atrair exportações a partir de Natal, a Inframerica contribui para a economia do Estado, gerando fonte de arrecadação de impostos para o RN.

 

Sobre a Inframerica:

A Inframerica é administradora dos Aeroportos de Brasília e Natal, controlada pela Corporación América, maior operadora aeroportuária privada do mundo, que administra 54 aeroportos na América Latina e Europa.

A empresa possui 100% da concessão do Aeroporto Internacional de Natal, conforme determina o contrato de concessão.

 

Informações para a imprensa - MSLgroup

Camila Holgado
(11) 3169-9322
camila.holgado@mslgroup.com

x